Movimentos Literários seus principais autores e sua ligação com a História
urs.bira@uol.com.br

Imprimir esta página Home page de Ubiratan Voltar à página anterior

Macarthismo

Após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos haviam transformado-se no país mais moderno, rico e poderoso do mundo.

Os americanos exerciam sua influência sobre virtualmente os quatro cantos do planeta, ditando regras, empossando governos, controlando economias etc.

Sua supremacia era ameaçada apenas em algumas partes do globo, onde a influência da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas era determinante.

Assim, um confronto velado (guerra fria) entre as duas potências tornou-se a tônica das relações diplomáticas mundiais durante os anos que se seguiram após o término do segundo grande conflito mundial.

Internamente, multiplicaram-se nos EUA as posições anti-esquerdistas radicais e delirantes, cujo exemplo mais claro encontra-se na figura do retrógrado senador republicano Joseph MacCarthy.

Esse senhor foi responsável pelo período que ficou conhecido como de “caça às bruxas”, quando criou o Comitê de Atividades Anti-Americanas.

Durante o período em que a influência deste Comitê foi relevante, intelectuais, artistas, pensadores e outros acusados de comunismo foram duramente perseguidos.

Foi a época das famosas “Listas Negras”, onde encontravam-se os nomes de pessoas “nocivas” ao bem-estar da sociedade americana. Duas das maiores vítimas dessas listas foram Julius e Ethel Rosemberg, um casal de cientistas acusado de revelar à União Soviética segredos sobre a bomba nuclear americana.

Ambos foram julgados em virtude dessa suposta delação e, embora as provas tivessem sido deveras inconsistentes, os dois foram condenados à morte e executados na cadeira elétrica, em junho de 1953. A essa altura, a política macarthista já assemelhava-se a uma nova forma de fascismo e inúmeros escândalos dela decorrentes abalaram os Estados Unidos.

Quando esses escândalos começaram a envolver nomes de figurões do exército americano, MacCarthy foi obrigado a calar-se.

Em 1954, o Senado repreendeu-o publicamente e, como consequência, suas arbitrariedades perderam o apoio popular. Desmoralizado, o “caçador de comunistas” foi obrigado a encerrar sua carreira política. Entretanto, não porque a cúpula governamental americana desaprovasse suas convicções, e sim porque elas passaram a comprometer a ordem nacional.

Retorna

Fonte: •Enciclopédia Digital 99 • ( Literatura e Leitura )•